quinta-feira, 10 de setembro de 2009

O poema e o grafite

Lápis
lápis preto
comprido, roliço e negro

No papel
o lápis se equilibra
entre dedos
o lápis se segura
sobre as linhas
o mesmo se desliza

O deslize
o papel
o grafite
o lápis começa a escrever

A letra
a palavra
a frase
o verso

Somam-se versos
crescem as estrofes
o lápis perde altura
a ponta
afilada
aos poucos se arredonda
o grafite 2B se gasta
o papel
organizadamente se suja
os versos se estrofeiam
as estrofes tomam corpo
em poema ficam
para sempre são

Quando finda o grafite
o lápis se vai
adormece profundamente

E o poema
recém-formado
toma a sua vida
abre os olhos
e brota

09/01/82

26 comentários:

Tamy.Roux disse...

E eu..adoradora desses poemas escritos pelo seu lápis.

Saudades.

Bjos

Eveline disse...

Muito bom esse lugar aqui...

É isso, deixa a poesia junto com a vida.
Abraços

Erica Maria disse...

Adoro seus poemas...sempre embriagados de encanto...

Bjos no coração!

Mahria disse...

Sempre imagino vcs, os poetas, a criar. Letra, palavra, verso e derrepente um poema. E o lápis?
Nossa ainda não o tinha imaginado assim com tamanha importância.


Bjinhos em ti
Mah

EU SOU NEGUINHA disse...

Flá....
O lápis marca o papel,que acaba marcando nossa vida em forma de poesia...
Amei....adorei
Beijos da Nega

Juliana Lima disse...

sempre achei mais interessante papel, lapis e palavras ...

bjos menino!

Moni disse...

e assim se formam essas lindas palavras!! bjks

A Senhora disse...

Eu sempre ficava frustradíssima quando a ponta arredondava! :) Mas assim, escritinho desse jeito, o lápis até ficou bem bonito! :))

beijinhos, querido

~*Rebeca e Jota Cê *~ disse...

Flávio,

O grafite desenha o sentimento através de seus olhos de poeta.


Você é um poeta muito querido por nós.

Que seu final de semana seja de luz.

Rebeca

-

[ rod ] ® disse...

O escrito em verbetes e tons... negros aos olhos cinzas de quem os vê... não transfigura a real visão de que se quer mostrar.

Abs meu caro,







dogMas...
dos atos, fatos e mitos...

http://do-gmas.blogspot.com/

Sentimental ♥ disse...

não sei pq, mas estou me sentindo um lápis...
bjs

Menina Robô disse...

Elas (papel,lápis e palavras) são uma das formas que sobrevivo, antes do blog mantive vários diários.

Beijos Saudosos!

Niny

Lulih Rojanski disse...

Você... sempre batendo na porta de nossa alma. E hoje com um lápis...
Amei.
Beijos.

Priscila Mondschein disse...

E isso é mágico, não acha????
:)
Beijos!

João Romova disse...

Bom te ler, bom voltar, bom voltar me cheio de poesia...

Monday disse...

Ta

Tudo bom, minha cara fotógrafa? Continua se esbaldando de trabalhar?

Tenho me dedicado um pouco a algumas outras coisas, mas sempre dou uma passadinha, quando posso, pelos blogs que aprecio.

Esse poema é antigo, foi a melhor maneira que eu consegui encontrar para descrever como "nasce" um poema. Parece que o pessoal gostou ...

Monday disse...

Eve

é um lugar ... poético, eu diria ... rsss

a intenção é tentar passar alguma coisa boa ou bonita para os olhos alheios, sempre é bom saber que saiu um sorriso por aí, ainda mais se a "culpa" for nossa, não?

Erica

Tudo bom, menina? Queria um pouco mais de tempo para visitar o povo, mas não tenho do que reclamar ... a vida está boa demais!

Monday disse...

Mah

O lápis é a alma do poema ...

Nanda

Semprei achei o som dessa palavra de uma sonoridade belíssima: grafite!

Monday disse...

Ju

Bem mais sensível ao toque do que um email, não? Mas ao menos o papel de manter o contato o email consegue suprir ...

De resto, letras foram feitas para serem escritas à mão ...

Moni

E você, menina, como andam as coisas por aí na sua terra?

Monday disse...

Mi

É, com ponta costuma ser mais legal do que redondinho.

Mas eu gostava mesmo daqueles que eram apontados com gilete ou estilete e a ponta parecia uma pequena antena: achava o máximo o desenho do corte da gilete na madeira do lápis!

Re

Tenha certeza que vocês passam muito bem esse carinho todo ...

Eu, da minha parte, só tenho motivos para tentar agradar a vocês e manter essa corrente de retribuições ...

Monday disse...

Rod

Um bom jogo de tons às vezes cai bem, não?

Sent

Hum, então vou te enviar o papel só para te ver virar poema ...

Monday disse...

Ka

Um mundo, ainda que às vezes feito à parte, também é um mundo ...

Espero que os seus sonhos possam sair do papel e se transformar em realidade ...

Lu

Eu sempre quis escrever algo como esse poema ... e que não parecesse mensagem de jingle ... rsss

Monday disse...

Pris

Totalmente mágico ... fantástico quando se recorda como um poema nasceu ...

João

Fazia tempo que não te via por aqui, meu caro ... ainda tem um bom número de poemas para serem publicados.

Quando quiser, portas sempre abertas ...

Sentimental ♥ disse...

combinado moço bonito.
beijos

Branca disse...

...e esse poema recém-formado chega pra encantar...


Beijinho Monday e uma ótima semana!

Menina Misteriosa disse...

Lápis e mãos mágicas... sua mente privilegiada que transforma tudo em realidade... pelo menos, na escrita!
Criatividade, sensibilidade... adoro 'viajar' nos seus poemas...
Boa semana, moço!
Beijos