sábado, 27 de dezembro de 2008

Poema Gereatra

A pele já não é mais macia
aliás, muitas vezes
enrugada se faz

Os cabelos se vão brancos
o rosto se deforma
o olhar vagueia,
é vaga a mente
a voz é pouca
baixa e tremida
os membros frágeis
e de fácil cansar

Porém
nesse corpo de anos tantos
ainda mora alguém


E o que nos custa dizer-lhe te amo?

26 comentários:

Pequena Poetiza disse...

o nosso ego ás vezes é mal conosco
ás vezes com o outro
faltam-nos palavras de carinho e afeto

seu novo blog tb está linkado

beijos

A Senhora disse...

E por que não dizer, se amamos, mesmo?

beijinhos

Miguel Barroso disse...

Enrugam-se os tempos rejuvenescidos pela vida.



Abraços d´ASSIMETRIA DO PERFEITO

Gi ... disse...

Adorei, adoro poesias!!!

Por que não dizer?
Acho que vivemos dizendo tanta coisa desnecessária diariamente e nos esquecemos dos pequenos detalhes, tanta coisa no dia a dia e tão pouco a se considerar, não é?

Quanto ao seu comentário lá no meu blog: Eu concordo com vc o P maiúsculo independe do sexo do indivíduo, não quis generalizar nada! E claro que pode discordar, rssssss, adoro ouvir novas opiniões!!!

Adorei sua visita, linkei o seu blog para voltar aqui, ok?

bjo

Monday disse...

Pequena

acho que a gente às vezes esquece que nem tudo na vida é baseado em rótulos, não?

Senhora

Porque a gente acha que não faz falta ... infelizmente ...

Miguel

Bem vindo à casa! A gente precisa aprender a não viver de aparências efêmeras ...

Gi

Obrigado pela visita!
É que parece que carinho só sai se for programado, falta de enxergar tudo a nossa volta e entender como as coisas são ...
E se gostou, volte quando quiser ... portas sempre abertas ...

Charlotte disse...

"é bom aprender a sentir prazer de puxar histórias pela memória, já que nem sempre os desejos do presseguir se fazem presentes aos dois ..."

Poxa, descobriu meu segredo, hein! hehe

Um bom final de ano pra ti!

Beijos grandes.

Carol, pros íntimos. disse...

Vim até aqui agradecer a visita e pra minha surpresa encontro poesias. lindas!
Não consigo rimar, bem que adoraria ter esse dom. Então, fico feliz absorvendo um pouco de cada poesia e este cantinho é muito especial. Parabéns!!

Beijinhos

Caroline

Monday disse...

Charlote

Eu não descobri nada, foi você quem contou ... rsss
Boas festas pra ti também, menina!

Carol

Bem vinda, moça. Obrigado pelos elogios ... por enquanto, vamos de poemas no cardápio, mais pra frente, a cozinha estando arrumada, a gente diversifica ...

Miucha disse...

Monday gosto de vc, descobri esse outro blog seu e cá estou a ler sua poesia que tb gostei.
beijos e Feliz 2009.

Monday disse...

Mi

Bem vinda à casa nova ... eu estou em dívida contigo, não? To passando lá no seu cantinho e não estou deixando coments ... prometo corrigir, mas só em 2009 ... rssss
A Ma, do Escrevendo na Pele, fala de vc o tempo todo quando a gente conversa ... mas o Sexymaginarium permanece nos favoritos,mesmo sem os coments ...

Tamires ________ disse...

E além do Mènage, este aqui!
Lindos versos!
Infelizmente os rótulos ainda se fazem mais presentes do que o interior do pacote, não? rs. Sei que é meio 'clichê', mas infelizmente, ainda é a verdade. Precisa-se deixar de programar. Necessita-se de IMPROVISOS, sempre tão bons, e muito mais verdaeiros, intensos.
O Te AMO, deve ser dito, sempre. pelo prazer de ver. Pelo prazer de falar. Independente como, independente a quem.

Beijos!

Escrevendo na Pele disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
iara disse...

a alma nunca abandona o corpo, mesmo cansado.
os anos não passm pra quem ama, e dizer e ouvir essa palvras é um presente melhor que todos.
bj

Monday disse...

Tamires

Se vc não colocar o salto, a gente pode conversar no mesmo nível ... rsss
Quanto aos sentimentos, eu sempre achei que as palavras fossem para expressá-los e não só para fazer bontitinho ... mas parece que nem sempre é assim, não?
Já bancando o íntimo, sugiro na parte de trás do ombro, bem discreta, aparecendo quando roupas e cabelos assim o permitirem ... vais voar longe nas asas dela ...
E meus dois amores eternos também são de sagitário ... lindas que nem você ... rsssss
Hoje pude ler mais de ti ... e voltarei para ler o resto, com certeza ...

Ma

Os poemas saem diretamente para o papel, são a mais pura tradução do que vai aqui dentro ... sem censuras ou mesuras ...
Ah, e Bombinhas é realmente linda, nunca tomei café da manhã em uma sala com uma vista dessas ...
Desejo tudo de bom a ti, menina, e que a sorte venha te sorrir no seu precisar em 2009 ...
Bjks

Iarinha

Esse poema eu fiz no dia que percebi que eu nunca tinha falado pra minha avó o quanto eu a amava ...
Sócia, tudo de maravilhoso pra ti ao longos dos próximos anos ... e que você nunca aprenda a digitar direito ... kkkkkkkkkkkk

Cami disse...

É isso mesmo!
Somos levados sempre a amar o novo, o sempre belo!
E os velhos e sábios que, muito tem a oferecer???

Adorei o poema! E o blog novo tb!
Bjão!!!

Monday disse...

Cami

Você é Afo são os donos da ala sul desse blog ...

Portas abertas ...

Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Su disse...

muy hermoso y muy cierto

Mai disse...

Oi, Monday.

E adorei estes versos.
carinho, amigo.

Paz!

Monday disse...

Susanita

Bienvenida, chiquitita! Agora temos mais um lugar para nos encontrarmos, então ...

Besos

Mai

Prazer em te receber por aqui, moça ...

Tamires ________ disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Tamires ________ disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Tamires ________ disse...

MOnday...

1. O salto não é problema, rs. Não os uso mesmo... nem gosto. Mesmo nível então...
2. Ahhh.... mto bom saber que pensa assim. Infelizmente nem todos agem assim.
3. Confesso: a sugestão já me tentava, agora me ganhou de vez nas asas da borboleta, rs.
4. Sagitário: Força e Fogo.rs. O que mais posso dizer? Obrigada pelas palavras.

E sua visita é sempre mais do que bem vinda. Sempre.

Meu beijo aqui.

E ah, estou te levando comigo no link, ok?

Bjo!

[a postagem anterior excluida foi minha, desculpe, o computador travou, rs]

Anônimo disse...

o que eu estava procurando, obrigado

Anônimo disse...

molto intiresno, grazie