sábado, 21 de março de 2009

Poema de Amor

Era um dia, era um sol
tudo verde, era o campo
lá ao longe, vinha um rio
um riacho, não um rio

Era campo, mas não era
era mato, mas nem tanto
minhas pernas semi-ocultas
pelo mato que era campo

Mais a frente, via eu
era o vento a ventar
e as flores, as plantas, o campo que era mato
que a sua força
se vergavam, se dobravam
sempre servos

Era ela, era linda
seus cabelos lisos longos
sempre soltos
soltos belos
belos negros

Novamente, vinha o vento
vento forte, forte nada
era brisa e não vento

Era brisa que banhava
sua pele, pele lisa
brisa branda que apenas
lhe tocava sem tocar

Era apenas um caminho
que entre nós se fez surgir
ela olhava, lindos olhos
eu sentia, aspirava
seu olor, seu frescor
que a brisa, leve brisa
brisa branda me trazia

Era ela caminhando
me olhando, acenando
seu aceno delicado
tão sutil, tão bonito
tão sensível como o tato
que de longe eu sentia

Era eu me dirigindo
me guiando por seu lado
lhe olhando, lhe bebendo
todo e belo sentimento

Eram dois, nós que éramos
com os braços se enlaçando
nossos corpos num só corpo
nossa mente, uma apenas
nossos lábios tão unidos
num só beijo irradiando
um amor imensurável
nossos corpos transmitindo
um calor inacessível
Nesse campo que era mato
nosso corpo lhe deitando
nossos olhos só olhando
um momento tão eterno
onde apenas quatro letras
se mostravam
se sentiam
se faziam
tateavam
olfatavam
se ouviam
Era apenas o amor

1980

37 comentários:

Fernanda disse...

adorei teu poema nele tem vento..
e sei lá..eu sempre gostei do verde da natureza,ventos,raios...
de geografia...
e esses elementos em poemas ficam lindos.

Glau Ribeiro disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Glau Ribeiro disse...

Gostei muito desse. Fala do amor de uma forma tão boa, que até esqueço das ventanias e tempestades que as vezes ele traz.

Beeeeeeijo! =D

p.s.: adoro sua presença no nosso cotidiano ;)e concordo com vc em gênero, número e grau quando se fala em bisbilhoteiros.

Escrevendo na Pele disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Erica Maria disse...

Lindo esses poemas que tu vens resgatando viu?

Bjo no coração!

gabrielle disse...

é a primavera que tráz a poesia, ou a poesia que arranta consigo a primavera? não sei. a verdade é que depois de te ler, o verde ficou mais verde...

beijinhos cheios de saudades

Cris Animal disse...

ow ow
mato...olfato...faro....sentidos...
Isso é amor animal....rs
Quem experimenta do amor animal, jamais conseguirá viver outro.
Amor animal? É o amor livre, onde quem guia são os sentidos e a alegria de ser dois, ser um, ser milhares!
Amei sua poesia. Inspiradora para o mato...rs
Beijo Sr. Poeta!
...............Cris Animal

Sayuri disse...

o Amor não precisa ser uma coisa pesada! Nas tuas palavras é leveza, é beleza, é um estado pleno de serenidade e calmaria. Gostei muito!

Avassaladora disse...

Monday, seu poema me remte a um campo de trigo dourado, onde dois corpos se amam loucamnte sob um ceu azul intenso e uma doce brisa a embalar os ramos de trigo...
É o poder da imaginação...

Beijos e carinhos!

Cansada de ser boazinha disse...

Adoro o sutil, os detalhes... lindo demais. O amor é algo tão simples quando acontece, tão bonito de sentir e se ver.
Parabéns pelos textos, quanta sensibilidade.
Bjos da gauchinha!

Bia Kohle disse...

"Era ela, era linda
seus cabelos lisos longos
sempre soltos
soltos belos
belos negros

[...]"

Pensei que essa parte não fosse chegar. Daí, também pensei: "Poema de Monday, sem mulher?"
(rs)

Sabe falar!

Monday disse...

Fe

sem alguns elementos da natureza, certamente a vida teria muito menos poesia para nossos olhos, não/

Glau

Esse poema foi escrito nos ares da adolescência, onde sonhos sempre predominam ...

E quanto aos bisbilhoteiros, é aquela história de sempre: cada um com seu gosto, mesmo que ele pareça ser de mau gosto ... rsss

Monday disse...

Ma

eu acho que você anda tomando café com poesia no café da manhã ... rsss

e tá deixando um monte de barbudos doidinhos da silva por lá, hein?

bela fase poética, menina ...

Erica

é uma maneira de divulgá-los, já que ficar somente nas folhas dos cadernos guardados em armários não me parece ser a melhor coisa a fazer com eles ...

Monday disse...

Gab

Que bom te ver por aqui de novo, moça! Conseguiu resolver os problemas lá do blog? Espero que sim ...

Pearl disse que parece que as coisas se ajustaram ... se já não voltou, tomara que voltes logo a escrever ...

Cris

Natureba ao extremo esse, não? Tudo flui naturalmente e tende a ser do jeito que mais se gosta: livremente!

Monday disse...

Sayuri

Ando atrasado com as visitas, moça, mas semana que vem devo começar a regularizar os tempos livres e voltar a visitar os blogs que gosto ...

quanto à leveza, sempre achei que deveria ser assim ... para coisas pesadas, temos Edgar Alan Poe e Stephen King ... rsss

Avinha

A idéia do poema é essa: pegue seu par e use os versos como transporte apenas ... o resto, cada um faz o seu ...

Monday disse...

Gauchita

é por isso que te digo pra não ter pressa, pois há tempo de sobra para as coisas boas acontecerem na vida da gente ...

você assistiu "O Campo dos Sonhos"? Tem uma frase do filme que espelha bem essa esperança: if you build it, they will come!

é mais ou menos por aí ...

Bia

Alguns poemas de Monday não tem mulher no meio ... rsss ... mas por aqui, a maioria deverá ter, já que é uma das propostas do blog e do blogueiro ... rsss

A descrição da moça do poema é a da mulher com quem eu sempre sonhei quando era moleque mais novo: morena, alta, magra, cabelos pretos, compridos e lisos ...

eu encontrei a moça do poema dez anos mais tarde e ela se tornou realidade ... pena que nem toda imagem corresponda ao resto que se espera ... mas que o sonho se realizou, isso não posso negar ...

bjks, menina

o casalqseama* disse...

um belo e perfeito exemplo de natureza viva...


rsrs
bjão da fê =D

EU SOU NEGUINHA disse...

Ahhh,Flá..
Amor,natureza e um algo a mais...
Não precisa mais nada,né?
Beijos da Nega

Avassaladora disse...

Delicias... Apenas delicias...rsrsrs

Izinha disse...

É isso, o amor surgindo e inebriando os sentidos....adorei teu sentir.

beijos e uma ótima semana prá vc!

Joyce disse...

Oiii ... vim dar uma olhadinha se tem alguem no parque ...

bjos!!!

( eu li seu email)

Escrevendo na Pele disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Escrevendo na Pele disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Branca disse...

A descoberta do amor...

Tão suave, tão leve, tão pleno! Os olhos guardando esse momento único, cheio de magia, cheio de encanto, cheio de amor...

Lindo Monday!
bjo carinhoso pra vc!

Pearl disse...

Tão complexo o Amor mas tão irresistivel!

beijo para ti com abraço

Monday disse...

Fe

bem melhor que coisa programada, não?

Minha Nega

precisa sim: saber usufruir de tudo isso, ao invés de ficar gastando o encéfalo pra produzir minhoca pra cabeça ... rsss

Monday disse...

Avinha

e quer coisa mais gostosa que uma boa delícia?

Izinha

e parece que, mesmo 28 anos depois, ele continua fazendo o mesmo efeito ... rsss

deve ser bom esse tal de amor, não?

Monday disse...

Joy

não sei se tem no parque, mas no campo te garanto que sim ... rsss

leu o email? ah, então, eu devo ter escrito um, não? rssss

Ma

eu sabo ... mas que a fila tá crescendo, tá ... rsss

Monday disse...

Ma

eu não sei quem foi teu professor de literatura, mas ele ia ficar orgulhoso da aluna dele ... e com certeza deve ter feito muita gente deixar de lado essa coisa de que ler e escrever é chata ou algo do gênero ...

é só uma questão de aprender o que se pode fazer com um par de versos e estrofes, que muita gente vai querer ser letrado nessa terra ...

um convite e tanto, menina ...

Monday disse...

Branquinha

eu costumo dizer que poemas são uma forma diferenciada de se expressar ... tudo bem, é uma definição particular, mas não consigo entender de outra forma ...

se um texto poético não trouxer um mínimo de encanto, ainda que seja grafado na forma de um poema, sempre vai me parecer que ele poderia estar vestido de outra maneira ...

e não precisa ser rebuscado ou de difícil entender ... basta que tenha seu encanto, por mais simples que sejam seus versos ...

talvez as pessoas pudessem encarar amores e paixões dessa forma, não? assim, poderiam deixar de fora todas as complicações que criam e seriam, simplestmente, felizes ...

Pearl

ainda que seja complexo, a gente bem que poderia deixar os porquês de lado e aproveitar a voz do peito, não?

EU SOU NEGUINHA disse...

Hahahahaa..vc tem razão..as vezes colocamos tantas barreiras pra sermos feliz...
Beijocas da Nega

Mai disse...

Lembrei, senti...

Essa língua tem ouvido, olfato, pele, mãos, olhos...
Imaginar que estavas saindo do ensino médio para a vida acadêmica...
Era isto?

Bem. Fantástico teres persistido e, após concluires Engenharia, partires para Letras... Esse poema era o prenúncio do escritor e poeta que nos brinda com sua sensibilidade e emoção.

Muito bom, Monday.
Eu também ficaria como tua amiga - 'abobada e lenta'...
É mesmo lindo!
Simples e pleno de sentimento.


Deixo meu beijo prá você e um
Bravo!

Carinho,

Mai

Desejos Aliciantes disse...

belíssimo poema
misto de gente e natureza
emfim é o amor
romântico
:)
lindo
Boa noite pra vc
Boa semana

Monday disse...

Minha Nega

por isso que esse povo sofre tanto, de graça ...

Maizita

ele por inteiro é melhor do que só pelo começo, não?

Desejos

bem aguinha com açúcar ... rsss

Angela disse...

Tanta coisa bela só poderia ser,O amor,o amor é sublime,estou amando haha.
Linda poesia.
Beijos

Menina Robô disse...

Olá,Monday =]
Obrigada por xeretar meu blog,
Sejas Bem-Vindo Sempre,
tbm sou muito moleca e brincalhona,
falo muitas besteiras... uahuhUua

Ainda bem q vc com o passar do tempo aprendeu a nos respeitar, pois tem gente de cabeça branca continua tirando essas "brincadeiras maldosas" e digo isto por experiência. Preconceito não tem idade e nem estudo... Infelizmente!

E só Supera o lado Mal quem Luta!

Beijos da Menina_Guerreira =]

Obs.: Também gostei de todos os seus blogs.

Humana disse...

Adorei o poema e senti o amor!
Vim felicitar-te pelo poema que li no blog da Branca e verifiquei pelos comentários ser de tua autoria.
Gostei tanto que virei mais vezes.
Beijinhos