domingo, 25 de abril de 2010

Mundo Novo

Uma nuvem apareceu branca
O Sol lhe deu bronzeado
Morenas nuvens chegaram
Berrou no Céu um trovão

Ficou então tudo preto
O ar se umedeceu
Olhei para cima e só vi
Água em chuva que vinha

Aqui, se via um buraco
Cratera de enorme vulcão
Apenas plantas em verde
E peixes que eram terrestres

A água descia em seqüência
De pingos passou a toró
De vez em quando se ouvia
Uma pancada no meio das nuvens

Aqui, naquela cratera
Cratera de verde e de terra
Piscina agora virada
Pulmões já estavam em brânquias

E os peixes de terra viraram
Em uma metamorfose
Peixes de água em sal
De pelos mudados em escamas

Piscina pra aquilo era pouco
Aquilo agora era aquário
Aquário de vida beleza
Beleza de plantas marinhas

Marinhos, mariscos, medusas
Medusas, em musas, sereias
Sardinhas, moluscos, baleias
Corais em cores difusas

Seqüências de vida nascente
Mudanças de novo ambiente
Aquário aquilo não era
Um mundo havia nascido

Nascido, cresceu, se formou
Formado, beleza a mostrar
Por água, molhado ficou
Seu nome, chamaram-lhe mar

27/07/80

13 comentários:

~*Rebeca e Jota Cê*~ disse...

Flávio,

Você é o fenômeno natural chamado "Poeta".

Que lindo!

Maravilhoso começo de semana, querido amigo.

Rebeca

-

Mirian Martin disse...

Oi, aquariano renascido! ;)

Beijos

Sentimental ♥ disse...

acho lindo o mar, mas tenho medo, coisa de criança...

Monday disse...

Reb

Vai querer me dizer que você não aprendeu nas aulas de geografia que o oceano tinha nascido assim? rsss

Monday disse...

Mi

Apesar dos que vêm "100 anos atrasados", vamos tocando ... kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Monday disse...

Sent

É só aprender a conviver que o medo passa ...

Sentimental ♥ disse...

ah, meu medo vai muito além da imensidão do mar...

Lara Amaral disse...

Que bonito seu poema-mar.

Obrigada pelo delicado e atencioso comentário ao meu poema publicado no blog Maria Clara.

Beijo.

EU SOU NEGUINHA disse...

Flá...
Amo sua poesias...
Saudades de ti viu
Beios da Nega

Olavo disse...

Adorei o final, surpreendente, não esperava que uma simples chuva fosse se transformar em mar. Legal é quando se lê novamente, já sabendo do final, são duas visões diferentes.

Ju Fuzetto disse...

O mar e seus mistérios...

Boa semana pra vc!!!

abraço

Sonia Schmorantz disse...

Que lindo este poema! Me surpreendeu!
Obrigado por suas visitas e a gentileza das palavras.
um abraço

~*Rebeca e Jota Cê*~ disse...

Recebemos uma brincadeira, de uma amiga super querida, e queremos repassar para quem gostamos. É muito bacana, diferente e estimulante. Jota Cê e eu entramos na onda de "listar" quem somos e adoramos.

Espero que goste, viu?

http://www.nectardaflor.com.br/2010/04/bora-listar-quem-gente-e.html

Rebeca

-