domingo, 12 de julho de 2009

Prazer

As mãos que passam
levemente
em toque sutis
plenos de suavidade
Me causam na pele
pequeno arrepio
Prenúncio e vontade
de ver no tempo
caminho crescente
A ter seu ser
entrando na noite
em desejo e prazer

29/12/89

37 comentários:

Sayuri disse...

doraria que essas palavras tivessem sido minhas; está fabuloso...

A Senhora disse...

O meu prazer de ler isso nunca vai ser igual a esse prazer descrito com tanta suavidade.Ainda bem que tenho imaginação para faze-lo prazeres meus! :)

beijinhos, querido

Erica Maria disse...

Lindo poema meu amigo!

Bjos!

Tempestade disse...

Simples e intenso!
Lindo como sempre!
Saudades!
Beijos Tempestuosos!

Priscila Mondschein disse...

Adoro mãos...
Beijos!

Crizuquinha disse...

outro grande prazer é ler o que você escreve com tanta sensibilidade e inteligência...
Lindo! Como sempre....como há tanto tempo!

~*Rebeca e Jota Cê *~ disse...

Flávio,

Quando o prazer é poeticamente escrito, as letras se esfregam nas emoções e a satisfação reage com entusiasmo.

Você sente o que escreve e isso é lindo !

Noite de luz, poeta.

Rebeca

-

Sentimental ♥ disse...

adoro arrepios de prazer...
bjs

Cris Animal disse...

Ando meia distante dessa suavidade, desse afeto em desli\es de pele e alma...ando tão distante de mim mesma que ler isso parece ficção, mas o bom é que sei que não é. EXISTE!

beijo,grande

Moni disse...

Hummm adorei ler isso deu até arrpeios rs.. beijos

Monday disse...

Say

sempre há a chance de um dia receber palavras assim ... não deixe de sonhar ...

Mi

é a vantagem do poema: não precisa pegar avião para viajar ... rsss

Monday disse...

Erica

E você, moça, tudo em ordem?

Le

Ah, eu achei que você ia gostar desse ... rsss

Monday disse...

Pri

ah, algumas mãos com certeza valem uma boa adoração ...

Cris

o seu vem chegando, moça ... mesmo sendo ele de tanto tempo ... rsss

Monday disse...

Re

Eu "descobri" alguns poemas no quarto caderno (eu tenho todos os poemas guardados, em cinco cadernos, manuscritos) e comecei a postá-los por aqui ...

esse é um deles, da mesma dona de "Ilha" ...

o poema é uma transcrição do que foi aquele namoro ...

Monday disse...

Sent

e cadê a minha menininha? virou placa ... rsss

Cris

Então, passeie um pouco de volta pela realidade ... sua pele agradece ... rssss

Monday disse...

Mo

Ipatinga tremeu ... rssss

Sentimental ♥ disse...

eita, é mesmo, vc gostava da menininha... rs
vou mudar tá?
beijos

Rabiscando disse...

Lindo, simplesmente lindo, essa entrega descrita com um carinho muito especial.

1 beijo!

iaiá disse...

curtinho, doce, suave e preciso..e me lembrei de alguém que me deu saudade..
bj.

~*Rebeca e Jota Cê *~ disse...

O Néctar da Flor oferece um selo DIGA NÃO AO PLÁGIO! Somos originas, porque somos únicos. Cada ser um humano tem uma emoção individual. Por mais que as palavras e os pensamentos sejam parecidos, não temos o direito de pegar algo de alguém e dizer que é nosso. Não podemos trocar palavras e rasurar o sentir do próximo. Encontramos inspiração em alguém, na natureza, na vida, mas não temos o direito de copiar sentimentos. Inspiração é uma coisa, xerocar palavras alheias é outra.



Beijos jogados no ar, sempre!



[para pegar o selo clique na imagem]



-

ŁǺи¥ disse...

R:"... e o desafio é: seguir inteira..."

Sendo assim, se o desafio for: seguir firme e forte ou seguir cabisbaixa e derrotada... SIM!! Isso cabe a mim decidir, não acha?

Decido por encarar tudo da melhor maneira... acho que esse "poder" está em minhas mãos...

Obrigada por me visitar...
Volte sempre! =)

A propósito, belo blog... tens bom gosto!

Glau Ribeiro disse...

Ai Monday... Gosto de vir te ler e ficar quieta. Pra ninguém me ver passando. Porque eu gosto de ler você e tentar sentir tuas palavras. Reviver alguns momentos. Ou ter vontade de viver os que ainda não vivi.

Dessa vez, eu guardo esse inteiro pra mim.


Beijos.

Ava disse...

Monday, depois de ler sua resposta, acho que estou muito sentimental para comentar esse pema..

Sentimentos a flor da pele não é bom...

Acabamos por nos perder nas palavras...

Seu poema é sentimento puro, escorrendo generosamente...


Beijos em seu coração!

Cansada de ser boazinha disse...

Taí uma coisa que reparo muito: as mãos masculinas. Sempre olho as mãos e tem umas que dá vontade de ser tocada por elas... ai ai...
Tô meio sumida, mas dando uma passada aqui pra visitar meu super querido amigo!
Bjão!

Stella disse...

Muito sensual. rs

beijos

Monday disse...

Sent

Meninha é um arraso ... rsss

Rabiscando

O poema é um retrato guardado do que foi a realidade daquela época!

Monday disse...

Sócia

essa é a função dos sócios: lembrar coisas boas para as sócias ... rsss

Reb

Eu passo lá assim que der para pegar e divulgar o selo.

Quanto ao plágio, bem, acho que nem precisa comentar a respeito, né?

Monday disse...

Lany

Gosto de xeretar blogs novos, de quando em vez ...

Aqui é um lugar sem regras, vem quem quer, quando quiser, falar ou calar. Fique à vontade.

E obrigado pelo elogio ...

Glau

Moça, se você gostou e quer ficar com ele, pode ficar.

Monday disse...

Avinha

Às veiz nóis acerta nas palavras ... rsss

Gauchita

Estou te acompanhando durante a entressafra ... rsss

Mas recomendo que ligue o motor novamente, pois a vida não para, guria.

Monday disse...

Stellinha

Acho que posso concordar contigo ... rsss

Sentimental ♥ disse...

tá bom, mas só pq vc gosta.
bjs

°° Desequilibrada °° disse...

É bom demais vir aqui e se apaixonar todo dia por suas lindas palavras!!!

=D

bju amêeego!!!

João Luís T. Prada e Silva disse...

Aí, poeta!
Arrasando os corações, hem!
Quem é essa Sayuri, cara?!?
Me apresenta! :D

Menina Robô disse...

Humm que Prazer mais intenso este do seu poema... senti daqui oh! rs..

Beijos Prazerosos!

Monday disse...

Sent

Uma vez menininha, sempre menininha ... rsss

Pillar

Então, ficamos combinados: você vem curtir um love aqui e eu vou curtir boas risadas lá, certo?

Monday disse...

João

Prazer em recebê-lo por aqui, rapaz! Say é uma amiga blogueira, basta clicar no nick dela e poderá conhecer melhor os mistérios orientais de Portugal ...

Um pouco diferente do blog do Cleto, não? rsss

Bem, são estilos distintos, sem dúvida. Mas me divirto muito por lá, principalmente com os arranca-rabos entre as torcidas adversárias.

Quando quiser ver um poeminha ou visitar a Sayuri, já sabe o caminho.

Abraço

Monday disse...

Ka

Hum ... poema de longo alcance, então?