terça-feira, 6 de janeiro de 2009

Poema pra namorar

Estranho esse mundo
Que dá voltas e voltas
E gira sem parar
Que nos faz perder o rumo
O prumo
O prazer de gostar
Que turva a visão
Desliga a paixão
Que nos engana dizendo
Que não mais se ouve
O pulsar forte do coração

As vontades, os desejos
O brotar do teu sorriso
No reflexo de um ato
Um qualquer
Ato simples que trouxesse
Ao seu ser, um agradar

As palavras que formam
Versos e estrofes
Transformando em poesia
O seu viver
Só as palavras não bastam mais

É preciso cativar
Necessário conquistar
Conseguir no dia a dia
Reencontrar toda a magia
De fazer você sorrir
De tocar o coração
Te fazer sentir tesão
Uma vontade crescente
Certinha ou indecente
De um beijo num repente
Um abraço forte
Brilho no olhar
Dengo no falar
Paixão sem corte
Te deixar enamorada
Esperar no escurecer
Pelo brilho do luar
E ter fazer mulher amada
Pela noite madrugada
Até o dia amanhecer 19/08/2002

31 comentários:

Gabrielle disse...

lindo como sempre!

(é tão bom namorar, escrever poemas de amor, soletrar a paixão, transformar o enamoramento em gestos e momentos, é tão bom namorar...)

beijocas aos pares, votos de muito e bom namoro

iara disse...

olha sócio, esse ficou tão gostoso! soando como música! bj

°° Desequilibrada °° disse...

Uh delicia!!

Agora sim, descobri que vc é homem!!
desculpe pela confusão!!
Adorei a poesia, parece que vc fez pra mim e meu namorado!
Tão metida, eu né!?
=D
bjinhos

Moni disse...

é exatamente isso... a cada dia reinventar a paixao! beijos

Mai disse...

Oi, Monday.

Um amor assim, com dengo, com lua, com 'indecências consentidas',
num agosto já vivido há sete anos... Quando volta, sendo novo ou renovado se mantém, inteiro e grande.
E esse amor é de hoje e se namora, porque mais que um amor, é um Ser de amor de um Ser que ama, imenso...

Este é o Ir sendo amante, vida afora... E, na vida, um AMADOR...

Vou ousar um continuum do amor: 'amarendo?' 'amarindo?'
'amarando?' 'amarterno?'
Sei lá, Monday, acho que brincas com as palavras e me estimulas, igualmente a brincar...

Mas vi que o teu poema é datado, mas teu amor, parece que não. Porque ainda hoje, parece ser um de hoje...
Porque é um amor que ainda namoras...

(aff... eu viajo nos amores e nos 'tudos' dos amores desse mundo)

Beijos, querido.
Lindo isto.

Mulherzinha Sim! disse...

Monday, obrigada pela visita ao blog. Volte sempre, hein!!!


Quando tiver com mais tempo, volto aqui para conferir outras postagens.

Beijosssssssss

A Senhora disse...

Se você colocar mais uma data eu vou descobrir a sua idade! :))

Beijinhos, querido!

Pequena Poetiza disse...

e a gente precisa aprender a rodar com ele
pra que o turvo naum pareça tão turvo
e que as paixões se movimentem
e não parem
e que possamos reconstruir desejos e sentimentos
renovar a cada dia pra que tudo num fique num marasmo... numa monotonia
que descubras as palaras certas da conquista
meso que entre elas saim várias erradas
faz parte

beijos

Cami disse...

Hummmmmm, dá para se enamorar também com esse poema.
Que doçura!!!!!

Bjão!

Letícia Palmeira disse...

Vou dizer... é o sonho do amor romântico. Um poeta e a vontade. Porque palavras têm seu tempo. Outro tempo fica para outras coisas.

Perfeito, Monday.

Monday disse...

Gab

Agosto de 2002 foi um divisor de águas, quando descobri que mesmo em tempo nublado, o sol ainda brilha acima das nuvens ...

Iarinha

de que adiantaria estar sem estar de verdade? tinha que ser gostoso ...

Des

se parece, use e abuse ...

Moni

independente do que vem do outro lado ...

Mai

um dia eu aprendi que amar, gostar, se apaixonar, tudo isso vem da gente, não depende de mais ninguém ... e ter esses sentimentos já é bom por si só ... é claro que ser correspondido sempre será uma expectativa e um desejo ...
mas não se deve jamais deixar de viver o sentimento que se sente, só porque o espelho não está ali a frente ...
pois nem sempre amores e gostares serão correspondidos na mesma intensidade ou forma, mas aprender a ter prazer em gostar pode fazer muitos momentos se tornarem infinitamente mais prazerosos ...

Mulherzinha

Praticamente impossível eu não voltar a um lugar que tem Mulher escrito na porta de entrada ... pequeno vício, entende? rsss

Minha jovem senhora

poetas não tem idade, talvez apenas um pouco de maturidade a mais com o passar do tempo ... mas acho que os versos revelam mais a idade que as datas, não?

Pequena

o poema é um convite para se namorar eternamente a pessoa com quem se está ... mesmo quando tudo parece não valer mais a pena, pois ainda se está ao lado dela ... e se está, não se pode nunca perder a vontade de namorar ... nunca ...

Cami

dá sim ... eu que o diga ... rsss

Le

um dia você descobre que ainda gosta, mesmo quando faltam cores entre ambos ... e percebe que os versos calaram, os olhares desviaram, as mãos não mais se tocaram ...
você pode abandonar sem sair, você pode sair sem mais tentar, você pode recomeçar por toda uma história de gostar ...
o poema foi o espelho da opção escolhida ... e assim o foi até onde não havia mais alguém a quem recitá-lo ...
e ficou o aprendizado de nunca mais deixar ser intenso quando se está a dois ...

l u a * disse...

eita, troço difícil; mais delicioso de se fazer.

Cansada de ser boazinha disse...

Obrigada pelo comentário no meu blog, Monday!! Adorei o poema... lindo demais!
Bjos

Flávia disse...

eu também quero um poema pra namorar ;)

Tempestade disse...

Quero um namorado e um poema!
Lindo!
Beijos Tempestuosos

Escrevendo na Pele disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Escorrentes Poemas disse...

Vontade de te beijar...

Monday disse...

Lua

Concordo plenamente ... gostei muito do seu cantinho ...

Cansada

Bom que gostou ... e o sua casinha está nos meus favoritos ... pra poder visitar de novo ...

Flávia

outro? mas que menina gulosa ... rsssss

Temp

Devo encomendar?

Monday disse...

Ma

não passe vontades, moça ...

Carol disse...

Olá

Vim agradecer a visita e o comentário naquele poema, sobre irmãos. Tu és o primeiro que chega até aqui. Obrigada.

Seja sempre bem vindo!!

Monday disse...

Carol

é muito bonito teu espaço ... vou falar dele para os amigos que curtem textos como o seu para te visitarem também ...

e bem vinda aqui, volte quando tiver vontade ...

°° Desequilibrada °° disse...

meme pa tu!
=D

Gabriela M. disse...

ótimo que tenha entendido o que disse no último comentário.

esse post é pra viajar sem sair do lugar.
não digo que é pra namorar porque tô na fossa, mas é apaixonante.

beijonatesta

Verônica disse...

Lindo texto, simplesmente.. lindo

@line-;-- disse...

Se não tiver todo esse tempero, o namoro vai pro beleléu né?

Lindo poema.

Bjm

Monday disse...

Des

eu passo lá na primeira chance ...

Gab M

era fácil de entender, bastava não bancar o fresco ... rsss

quanto ao poema, ele é mais que pra namorar ... é pra voltar a namorar quando já se esqueceu de se fazer isso no relacionamento que se tem ...

Ve

se você gostou, já fico contente, moça

Aline

não se vai, mas que assim fica bem mais gostoso, ah, isso fica ...

Flá Costa * disse...

ai que coisa mais linda!

quero amar pra mandar pro amado!
rs


beeeijo*

Monday disse...

Flá

voltou da praia, moça?

Branca disse...

Estranho e maravilhoso esse mundo que nos proporciona tantas sensações maravilhosas...
Lindas palavras!!!
Bom fim de semana pra ti,
bjo carinhoso,
Branca.

Menino-Homem disse...

Não restam dúvidas... seus textos penetram em todas as partes, precisamos ter até um certo cuidado...rs Amei viu?!

Monday disse...

Branquinha

Sentimentos são para ser vividos, não? Azar de quem tem medo ... rsss

Lindos pra ti tb

Menino

Legal teu espaço lá, dei uma olhada. Só não tive tempo para comentar.
Bem vindo por aqui ... e bom que gostou dos poemas ... mas não tema: eles não tiram pedaço ... rsss