domingo, 11 de janeiro de 2009

Uma tarde

Na tarde parada
de nuvens esparsas
e tempo lento
não havia no ar
nada mais que um pensamento

No olhar parado
de vista esparsa
não havia nada mais
que um mero enxergar

No virar repentino
na mudança de olhar
surgiu um rosto
um riso, um flerte

Na tarde calada
de tempo seco
num toque em carinho
seus lábios vieram
tocar minha boca
matando minha sede
de ter seu amor


10/09/84

28 comentários:

Mai disse...

Oi, Monday.

Vê, depois de um quase certo vazio, um quase-tudo singelo, que contraria a tristeza, com o sorriso doce de uma mulher.

Caramba mas sabes dar valor aos gestos pequeninos que as mulheres esperam que homens percebam.
Poema terno que parecia ser de uma tarde-hoje.

Bem, terás que mover teus poemas para fora da gaveta.

Beijos.

Cansada de ser boazinha disse...

Lendo os seus textos fiquei curiosa em saber mais de vc e como vc é... não é todo homem que tem essa sensibilidade e escreve tão bem!
Aquela data no fim se refere a que? Foi quando escreveste?
Bjos!

iara disse...

sócio! desde 84 vc escreve assim???
affff
admiro!
e concordo com a mai, a cada poema demostra que sabe dar valor aos pequenos gestos ...
bj

Cami disse...

E não há tarde, momento ou segundo que se passe de melhor maneira do que, quando duas bocas se juntas, duas almas se encontram e se aninham entre si.

Beijão

Gabrielle disse...

um olhar, um flirt, um beijo...
(e em 84 vivia eu o meu primeiro amor...)

este poema faz-me sonhar e regredir no tempo, faz-me menina, pura, encantada, apaixonada, feliz!!!

lindos os sentimentos que descreves, magnífica a forma como o fazes!

um beijo e boa segunda-feira...;)

jurídico-auditoria disse...

Ao acaso, às 23h40, registro seu blog em meus favoritos. A beleza na apresentação, a sutileza no conteúdo, vicia, hipnotiza, contagia o tempo, a se perder no espaço. Só agora consegui escrever, depois de muito reler, aquela tarde.

Fechar os olhos e imaginar: da agonia à liberdade, do desconhecido à confiança, do vazio roubado ao Eu reconstruído, é confortante. É mais do que ser amado. Um tempo resgatado. É simplesmente incrível.

Aos que te conhece, uma sensibilidade que se mantém; que eu não tenho dúvidas: se eternizará.

Parabéns. Beijos mil!

Verônica disse...

Lindo texto!!!

Mandy disse...

Lindo poema!!!!

Admiro suas palavras, seus posts sempre são maravilhosos!

^^

BjO.

Pearl disse...

Quando escreveste este poema eu era uma menina, no entanto continua tão actual...tão cheio de coisas que não mudaram...

beijos

Escrevendo na Pele disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Polly disse...

Nesta tarde, um sol morno, um céu azul, um dia-silêncio.
E houve som e cor neste encontro. Mas, é tudo sereno.
Mais um instante eterno vindo de ti.

Camila :) disse...

*..* nhaa que belo poema,

Monday disse...

Mai

eu gostaria que algumas mulheres também percebessem o que dizem que só os homens não percebem ... rsss

mas ao menos as que entendem também aparecem ...

quanto aos poemas, eles sairão aos poucos

Cansada

tem um pouco de mim no meme do post anterior ...
o resto, os poemas vão contando aos poucos ...
a data é a do nascimento do poema, sim, há 24 anos ... rsss

Sócia

era bem novinho, né? um baby ...

e detalhes podem fazer muita diferença ...

Cami

eu diria que essa cena está na minha cabeça há 24 anos ... rsss

Gab

e em 86, eu tive o meu grande amor ... um dia vou postar o poema, é enorme ... uma história de amor inteira transcrita num único poema ... se quiser esperar, o nome é Taiwan ...

Alê

uma tarde é um sonho que se realizou em versos ao se fechar os olhos ...



Brigadinho, moça

Mandy

Vc não vai postar mais não? to ficando viciado já na musiquinha ... rsss
bjks pra ti tb, menina!

Pearl

Esse poema, literalmente, é atemporal ... sempre foi ... e é, decididamente, um dos que eu mais gosto de todos que escrevi ... sempre foi ...

Ma

eu já levei um monte de apelidos de presente, mas chocolate, com certeza, só vc mesma ... rssss
e obrigado pelo incentivo, sempre ... e sempre terás meu apoio, moça ... toda vez que precisar ...

Polly

Menina linda, você também enche o mundo de cores e suavidades lá no seu cantinho ...

Menina Camila :)

acho que vou ter que concordar contigo ... rssss
vc anda caprichando nos temas dos post, hein?

Glau Ribeiro disse...

Monday,

Quanta saudade eu estava de te ler viu. Ando meio sumida daqui e desse mundo, mas me faz falta.

Tão bonito imaginar esse momento. Assim, cotidianamente acontecendo. Eu, só pra variar um cadim, adorei muito.

Pedido meu: mostra mais, a gente adora aqui. =D

Beeeeijo!

Monday disse...

Glau

você fez um vácuo na minha lista de favoritos ...

estarás de volta? espero que sim ... saudades de ti, menina ...

Mulherzinha Sim! disse...

Vi seu comentário lá no blog. Sintonia entre os bloguiros? Será?


Beijos

Branca disse...

Que singelo Monday,
Um poema pra ler/reler várias vezes...
Fiquei um pouco nostálgica rs...nessa época também vivi um amor muito especial...
bjo carinhoso,
Branca.

Moni disse...

ei monday, lindo poema!! respondi seu meme viu? beijos

Mandy disse...

Tbm estava com saudades amore.

Agora tô com mais tempo pra poder me dedicar ao blog, mas a partir de março vai ser dificil...

BjO.

A Senhora disse...

Foi tão fácil pensar em um passeio na praia... Mesmo que não tenha sido, foi uma viagem legal... :)

Beijinhos, querido.

Letícia disse...

Estou atrasada com a leitura? Espero que não. Cheguei bem na hora de ler seu novo espanto de amar tanto.

Bjs, Monday.

E resolvi as "pitangas" de minha amiga. Tudo sempre passa.

Pequena Poetiza disse...

nos momentos que menos esperamos
ou que apenas há frtos em pensamentos
o melhor pode estar por vir

=]

Pelos caminhos da vida. disse...

Obrigada pela sua visita.

bjs.

Monday disse...

Mulherzinha

Total, c viu? Assinado em baixo, sem ressalvas ...

Branquinha

essa época foi muito boa, sem dúvidas ... embora adore a atual ...

Moni

eu vi sim ... bom que gostou do poema, eu tb gosto muito desse daqui ...

Mandy

eterna correria, não? boa sorte na sequência do ano, então ...

Minha jovem Senhora

o poema se dá onde quem o lê desejar ...

Le

Pena que só deu pra gente conversar pouquinho ... o último post tava de uma delícia ímpar, menina ... ô coisa boa que é ler você ...

Pequena

e não? ... rsss

Bandys disse...

Oiiiii,
Nossa e eu achando que ja tinha vindo aqui..
cheguei a tempo pra essa tarde sensivel.

Beijos
Sorry, rsrs

Bandys disse...

Ah
Vi o meme, mas estrou com uns 10 pra responder, esta nos meus palnos desse ano,responderei!!
beijos again!

Lizz Marcella disse...

Certamente foi uma tarde mágica esta...
Beijos

Monday disse...

Pelos caminhos ...

Nem sempre dá tempo de re-visitar todo mundo ... mas a gente sempre dá uma passadinha de vez em quando ...

Bandy's

Eu pensava que vc ainda tava de férias ... rsss

Lizz

Acho que continua sendo até hoje ...